domingo, 20 de dezembro de 2009

NATAL DE QUEM?

Um dos temas (não explicitos) mais fundamentais da PNL é possivelmente a questão da congruência e da incongruência. O Carlos G. enviou-me este poema que, para mim é a perfeita ilustração do tema nesta época do ano:

NATAL DE QUEM?

Mulheres atarefadas
Tratam do bacalhau,
Do peru, das rabanadas.
- Não esqueças o colorau,
O azeite e o bolo-rei!
- Está bem, eu sei!
- E as garrafas de vinho?
- Já vão a caminho!
- Oh mãe, estou pr'a ver
Que prendas vou ter.
Que prendas terei?
- Não sei, não sei...

Num qualquer lado,
Esquecido, abandonado,
O Deus-Menino
Murmura baixinho:
- Então e Eu,
Toda a gente Me esqueceu?

Senta-se a família
À volta da mesa.
Não há sinal da cruz,
Nem oração ou reza.
Tilintam copos e talheres.
Crianças, homens e mulheres
Em eufórico ambiente.
Lá fora tão frio,
Cá dentro tão quente!

Algures esquecido,
Ouve-se Jesus dorido:
- Então e Eu,
Toda a gente Me esqueceu?

Rasgam-se embrulhos,
Admiram-se as prendas,
Aumentam os barulhos
Com mais oferendas.
Amontoam-se sacos e papeis
Sem regras nem leis.

E Cristo Menino
A fazer beicinho:
- Então e Eu,
Toda a gente Me esqueceu?

O sono está a chegar.
Tantos restos por mesa e chão!
Cada um vai transportar
Bem-estar no coração.
A noite vai terminar

E o Menino, quase a chorar:
- Então e Eu,
Toda a gente Me esqueceu?
Foi a festa do Meu Natal
E, do princípio ao fim,
Quem se lembrou de Mim?
Não tive tecto nem afecto!

Em tudo, tudo, eu medito
E pergunto no fechar da luz:

- Foi este o Natal de Jesus?!!!

(João Coelho dos Santos, in Lágrima do Mar - 1996)

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PNL, Poder Sem Limites 21 e 22 de Novembro no IPPNL em Fátima

Parabéns a todos pelo vosso entusiasmo e excelente desempenho no curso e por demonstrarem uma capacidade excelente na aprendizagem e prática da Programação Neurolinguística e que os certifica (Brevet) a partir de agora como comandantes da nave das vossas vidas...Boa Viagem..
Abraço de Luz e Amor,
António & Miguel

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

"PNL, PODER SEM LIMITES" JÚNIOR, a CERTIFICAÇÃO...


Muitos parabéns aos 7Up J Ú N I O R S. Tavez sejam os primeiros sete jóvens certificados e iniciados na Programação Neurolinguística (PNL) em Portugal. Foi uma grande honra para o nosso Instituto e para nós como formadores iniciar estes jóvens estudantes na metodologia da PNL aplicada ao contexto de aprendizagem escolar e não só... Foi uma experiência fantástica e já agendamos mais um novo curso para Janeiro de 2010 no Instituto Português de Programação Neurolinguística em Fátima.

“PNL, Poder Sem limites” 21 e 22 de NOVEMBRO e “Passeio Sobre Brasas” Domingo 22 de Novembro às 19h30...


Aqui vai um convite gratuito para o “Passeio Sobre Brasas” dirigido às pessoas que já realizaram aqui em Fátima no Espaço Integral/IPPNL um curso de iniciação à Programação Neurolinguística (16horas no mínimo) “Criando um Futuro Atraente”, “PNL, Poder Sem limites” e “PNL, Poder Sem limites” Júnior, “Practitioner" ou “Master”. É também uma oportunidade de estenderem o convite aos vossos amigos, que, claro, terão que fazer o curso “PNL, Poder Sem Limites” no fim de semana 21 e 22 de Novembro (condições em baixo). Assim poderão compartilhar o "Passeio Sobre as Brasas" com os vossos amigos juntando-se a essa grande festa no Domingo 22 de Novembro às 19h30, e mais, podem ainda se quiserem receber e abraçar esses amigos especiais à saída do "Caminho Sobre as Brasas”…Yeeesss! (Vejam a foto de cima) Será inesquecível! As pessoas que já foram iniciadas na PNL no nosso Instituto IPPNL/ESPAÇO INTEGRAL e que pretendem fazer o passeio sobre brasas agradecemos que nos confirmem por mail ou telefone.

…E se até conseguimos passear sobre brasas, sem nos queimar… o que é que não seremos capazes ainda de fazer?


…E lembra-te que a PNL é como uma varinha mágica que só funciona quando a agitas!...


Um Abraço Grande,

António e Miguel

Mais informações:

Investimento:

2 Módulos (2 dias) – 16 Horas

150 Euros + IVA

Pré-Inscrição através de E-mail: ippnl@sapo.pt ou nas nossas instalações IPPNL/ESPAÇO INTEGRAL em FÁTIMA. Para formalizar a sua inscrição poderá efectuar uma transferência bancária 50€ (a deduzir do pagamento total) para o NIB: 0033 0000 4529 4675 5470 5 ou enviar cheque emitido á ordem de Espaço Integral, Lda. para Rua Moinhos da Fazarga, 2495-445 FÁTIMA

Facilidade de Pagamento:

Cheques pré-datados 2x €80 + IVA

* Estão Incluídos os almoços, coffee breaks, o manual com o material para o curso e eventual assistência individual.

Tel/fax: 249 534 110 / 91 788 70 86 / 91 407 03 37

www.espacointegral.com

sábado, 10 de outubro de 2009

"PNL, PODER SEM LIMITES" - Os "Juniors 7UP Altamente" no IPPNL em Fátima

Começou e acabou neste Sábado 10 de Outubro o 1º módulo de "PNL, PODER SEM LIMITES" Junior. Extraordinária a atitude de curiosidade e entusiasmo dos "7UP Juniors" neste 1º dia de treino. São uma elite. Foi delicioso para nós trainers, António Vieira e Miguel Ferreira este desafio de compartilhar com jovens estudantes a metodologia da Programação Neurolinguística aplicada à aprendizagem escolar. Foi altamente enriquecedor.
Um abraço ao Zé Figueira e aos "antigos" 7UP




terça-feira, 6 de outubro de 2009

O Real parece estar lá fora...ou está dentro?


"PNL, PODER SEM LIMITES" - Feedback e fotos do fim de semana 3 e 4 de Outubro

COMENTÁRIOS:

Afinal o Céu já não é o limite. Esta viagem que fizemos, levou-me a perceber que somos capazes de mais, de muito mais com muito menos esforço. Afinal tudo é fácil, tudo está dentro de nós. Continuem a v/missão de ajudar o mundo e de ajudar os outros e acima de tudo continuem a divertir-se. Bem Hajam!
Ricardo Lains, Director P. C. Gestão

O curso de PNL é gratidão é abertura é ensinamento, é Ajudar os outros a Aprender a Ajudar outros. Também, é saber valorizar os outros no seu lado positivo. Obrigado! Obrigado! Obrigado!
Anabela Vargas, Advogada

Por vezes é tão fácil "conhecermo-nos" e ainda assim é necessário que nos ajudem a conhecermo-nos melhor e a acreditar que podemos conseguir tudo o que idealizamos. A PNL ajuda-nos a ser livres e a ser nós próprios.
Hélder Ribeiro, Vendedor - Coordenador

Um fim-de-semana de emoções internas fortes. Um turbilhão de técnicas e metodologias para nos conhecermos mais e melhor. Uma viagem ao meu passado. E agora...resta viver mais e melhor o meu presente. Foi muito bom para mim e para aqueles que estão comigo e viajam comigo nesta vida.
Célia Ferreira, Assistente Social

Uma nova maneira de olharmos para nós próprios. A nossa história. Uma deliciosa maneira de nos trabalharmos rumo a um futuro mais bonito e mais feliz, de maior comunhão. Um novo princípio…mais leve, + efectivo. Obrigado.
António Ideias, Piloto


Estou muito feliz por ter embarcado nesta viagem. Foi bastante enriquecedora e os seus efeitos já são notórios. O que aprendi foi e é essencial para o meu crescimento interior e certamente que não ficarei por aqui! Muito bem organizado e conduzido e de incalculável valor programático. Muito obrigada.
Ana Martins, Professora

Adorei – Esta ABERTURA para a vida. Espero tirar Bom partido destes dois dias. Obrigado.
Jorge Simão, Mecânico

“O início de uma nova vida”. “Não importa onde estive até ontem, mas sim, até onde a Pnl me pode levar.” “A felicidade não tem limite…” Obrigada.
Arlete Ribeiro, Administrativa

Gostei de fazer o curso de iniciação de PNL pois tive experiências extraordinárias. Foi importante para mim poder alterar a maneira de pensar e de lidar com as outras pessoas, basta agora pôr em prática.
José António Lains, Empregado de Armazém

Os Trainers Miguel & António orgulhosos e gratos já no fim do aprendizado...de dois dias extraordinários...


Agora já podemos voar, liberdade...........................................


Palavras, as etiquetas das coisas... lembram-se?


Em pleno trabalho, e com uma pausa para a fotografia...


Começaram como passageiros e acabaram pilotos,... das suas vidas. Bem hajam todos!

domingo, 23 de agosto de 2009

Em que é que a PNL pode ajudar.

• Acelerar a sua capacidade de aprendizagem para que não só gerencie a mudança como também a inicie, tornando-lhe possível abrir caminho aos seus interesses e na sua área de trabalho específicos;

• Definir resultados atraentes para si mesmo, resultados que, por sua natureza, assumam ímpeto próprio e maximizem as hipoteses de conseguir o que se quer, tanto no âmbito pessoal quanto nos negócios;

• Desenvolver relacionamentos de alta qualidade com as pessoas que estão a sua volta e com as quais entra em contacto no dia-a-dia da sua vida profissional e pessoal;
• Aumentar a sua sensibilidade em relação a si mesmo e aos outros, para melhor se conscientizar das mudanças sutis de comportamento e atitude e dos efeitos da sua forma de comunicar;

• Desenvolver a sua flexibilidade, para que tenha mais opções e, consequentemente, mais influência sobre as situações da sua vida;

• Melhorar a sua capacidade de gerar comprometimento, cooperação e entusiasmo nas pessoas ao seu redor;

• Gerir os seus pensamentos e sentimentos, a assim controlar as suas emoções e seu destino;
• Desenvolver a sua capacidade de aceder ao inconsciente e aproveitar o seu potencial.

sábado, 22 de agosto de 2009

ENCONTRO ABERTO dia 3 a 1ª Qinta-feira SETEMBRO, MODELO DA COMUNICAÇÃO...Para quê?









"MODELO DA COMUNICAÇÃO, PARA QUÊ?

Olá Caros Amigos e Amigas,
é já na primeira Quinta Feira de SETEMBRO ,dia 3 às 20h30
que nos reuniremos de novo no IPPNL/ESPAÇO INTEGRAL em Fátima.
Desta vez teremos a oportunidade de compartilhar além doutras coisas, claro,
o como é que fazemos o que fazemos,
como é que sentimos o que sentimos, como é que pensamos o que pensamos
e também o que é que nos leva a acreditar no que acreditamos…

Também falaremos dos cursos agendados, sobretudo o PRACTITIONER.

Aproveitem para trazer amigos e amigas mesmo que ainda não tenham feito nenhum curso de PNL.

Luz e Amor,
António e Miguel
Rua Moinhos da Fazarga, 2495-445 - FÁTIMA
Contactos: 249 534 110 / 91 788 70 86 /91 401 94 01

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Agir sobre o nosso destino...


Todos temos um destino. Andamos sempre de um sítio para outro e a chegar a múltiplos destinos. E, no entanto, bem no fundo de nós consideramos ou sentimos a necessidade de realizar um destino especial (Missão). Esse chamamento é traduzido às vezes no quotidiano por sucessos e insucessos. São talvez estes resultados que nos levam à descoberta do que se torna cada vez mais importante na nossa vida. Claro que é preciso tornar-se cada vez mais consciente de todos os eventos que criamos conjuntamente com os seus resultados e as nossas sensações internas. Relacionar o que vejo, o que faço e o que sinto pode ser a melhor forma de encontrar o “caminho” da minha realização pessoal ligada seguramente ao meu "destino". Por vezes sentimo-nos mais espectadores da nossa vida do que actores e adquirimos uma noção vaga sobre o nosso destino, como se este fosse inevitável, sobretudo quando os resultados não são os desejados. Então pode começar o processo de viver a nossa vida à defensiva assumindo uma estratégia de fuga à dor. Hoje, e ainda mais em tempo de crise, dedicamos a maior parte do tempo a proteger-nos. Queremos a felicidade, mas sem sofrimento, queremos viver intensamente mas sem arriscar nada, Isto tem consequências sobre a qualidade da nossa vida: a nossa frequência vibratória é fraca, e naturalmente sentimo-nos pouco vivos. Todos aspiramos tomar as rédeas do nosso destino, criamos objectivos de realização pessoal. Mas não seremos demasiado ambiciosos nesta demanda?

quarta-feira, 13 de maio de 2009

O Eco do Amor...






Um pai passeava com o seu filho na montanha,
quando de repente o filho caiu, levantou-se e gritou :
AAAhhhhhhhhhhhhhhh!!!"
Com surpresa, ele ouviu uma voz repetir, na montanha:
"AAAhhhhhhhhhhhhhhh!!!"
Pergunta curioso :
- Quem és tu ?
Recebe como resposta :
"Quem és tu?"
Enervado por esta resposta, ele grita :
- Medroso!
E ouve :
"Medroso!"
Então ele olha para o pai e pergunta :
- O que se passa pai?
O pai sorriu e respondeu :
- Meu filho, ouve bem agora. E ele gritou para a montanha :
- Admiro-te!
A voz respondeu:
"Admiro-te!"
Ele grita outra vez :
- És um campeão!
A voz responde :
"És um campeão!"
O rapaz ficou admirado, permaneceu uns segundos em silêncio, sorriu...
e gritou:
- és Amor és Amor e és o melhor que há...
...e ouviu de novo a resposta: és Amor... és...

- E tu, quando gritas o que é que escutas?
Qual é o eco da tua voz?

Percepção é Projecção ou Projecção é Percepção?...

VEJO TODAS AS COISAS COMO QUERO QUE SEJAM.

A percepção segue-se ao julgamento. Tendo julgado, passamos a ver o que queremos contemplar. Pois a vista serve apenas para nos oferecer o que queremos. É impossível deixar de ver o que queremos ver e falhar em ver o que queremos contemplar...
do livro "Um Curso Em Milagres"

domingo, 10 de maio de 2009



AQUI ESTÃO OS PRIMEIROS DA 1ª QUINTA FEIRA DE CADA MÊS DO NOSSO PRIMEIRO ENCONTRO NO PASSADO DIA 7 DE MAIO. O ENCONTRO FOI E SERÁ GRATUITO, SENDO SÓ NECESSÁRIO TER NO MÍNIMO UM CURSO INICIAL DE FIM DE SEMANA DE PNL,
("CRIANDO UM FUTURO ATRAENTE" OU "PODER SEM LIMITES", ETC...) PARA EFEITOS LOGISTICOS, SERÁ SEMPRE MUITO BOM QUE CONFIRMES A TUA PRESENÇA.
TAMBÉM SERÁ SEMPRE UM ESPAÇO E UM MOMENTO ABERTO A PRACTITIONERS, MASTERS E TRAINERS.

UM FORTE ABRAÇO PNLIANO.
PLENO DE AMOR E LUZ,

António e Miguel

sábado, 9 de maio de 2009

Richard Bandler e os portugueses


Caros Amigo e Colegas,

Realizou-se nos passados dias 24, 25 e 26 de Abril, em Madrid, o seminário “Get the Life you Want” com o Dr. Richard Bandler. Organizado pela Estrutura da Magia, lda, estivemos presentes varios portugueses entre os quais dois trainers de Pnl. Tivemos a oportunidade de assistir a Magia do Dr. Richard Bandler em acção. O seminário foi algo fenomenal, pois aquilo que o Dr. Bandler consegue fazer, o seu sentido de humor acutilante e incomparável, as transformações que consegue nas pessoas a partir de metáforas intrincadas, os estados de transe profundo simultâneos em varias pessoas e em todo o publico, as inovações a nível de submodalidades, e muitas outras técnicas fenomenais, a todos deixou fascinados. Nunca tínhamos visto nada assim. Foi realmente a Pnl ao seu melhor nível.
O mais emocionante de tudo foi quando a organização do evento lhe pediu se poderia tirar uma foto ( ver foto em anexo) com um grupo de portugueses que estava no seminário. O Dr. Bandler disse algo que nos deixou não só orgulhosos como emocionados. “ Portugueses??? mas é claro que tiro uma foto com eles e tudo o que mais eles quiserem. Foi um português que salvou o meu pai de um campo de concentração nazi, que o mandou para Portugal, onde tratou dele, onde o alimentou, e por fim o ajudou a viajar para os EUA. Se não fosse pelos portugueses eu não estaria vivo, e talvez a PNL nem existisse. Venham de lá esses fantásticos portugueses, para eles tudo!”
A convite da Estrutura da Magia, Lda. a Dr. Bandler virá a Portugal já no ano que vem! Será um evento e tanto.

Luis Silveira Vicente

terça-feira, 5 de maio de 2009

Site para adquirir livros de PNL





Amigos pnlianos, a partir deste site poderão adquirir os melhores livros de PNL em Português...

luis.vicente@estruturadamagia.com

www.estruturadamagia.com

Estrutura da Magia, Lda.,
Quinta do Bardanez,
Cachoeiras,
2600-581 Vila Franca de Xira

domingo, 12 de abril de 2009

Outro cientista disse ao T. Edison: - fracassaste 1299 vezes para inventar a lâmpada...

Um cientista disse ao T. Edison: - fracassaste 1299 vezes para inventar a lâmpada...

Continuam a haver pessoas extraordinárias a dar respostas fantásticas que até o próprio T. Edison aplaudiria de pé e se calhar diria: - a lâmpada qual lâmpada, a luz está em cada um de nós; basta carregarem no interruptor do amor que cada um traz dentro de si e deixar que a luz se espalhe e curiososamente vão reparar que quanto mais espalham (dão) mais têm.
Mas não acreditem em mim, vejam, ouçam e sintam o video cujo link está em baixo

http://www.guzer.com/videos/are-you-going-to-finish-strong.php

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Atitude – a chave do êxito


Parafraseando W. Churchill “O preço da grandeza é a responsabilidade”, e para conquistarmos grandes resultados na vida não precisamos de trabalhar arduamente e as coisas não precisam de ser tão complicadas ou difíceis, contudo precisamos aprender a melhor guiar a nossa vida rumo aos resultados que queremos, trabalhando duma maneira simples, inteligente e divertida, desenvolvendo a responsabilidade daquilo que poderá fazer a diferença.
É como estar a guiar o “autocarro da nossa vida” e não deixar que sejam os outros ou as circunstâncias da vida a faze-lo. A escolha é sempre sua.
Qual é a diferença entre aqueles que fracassam e os que conquistam o sucesso e uma extraordinária qualidade de vida?
A diferença está em que as pessoas bem sucedidas possuem atitudes comportamentais diferenciadas, que lhes permitem ser ganhadores, obtendo um grande estado de felicidade, conquistando a superação e que comportam abundância e plenitudes humanas.
Muitos estudos e pesquisas têm sido realizados em torno disto.
Quando investigamos vida das pessoas de sucesso, é possível observar que todas possuem certas atitudes em comum, e se as adoptarmos, podemos os mesmos resultados.
De igual forma, existem atitudes comuns para o fracasso e se as evitarmos, não nos tornamos fracassados.
Na realidade, fracasso não existe, o que existe são resultados pouco satisfatórios ou se quisermos “retorno”, ou seja, o “retorno” não é mais do que, o resultados das nossas acções, e quando o resultado é repetitivamente o mesmo é absurdo continuar com as mesmas acções.
Einstein dizia que “a maior loucura é fazer a mesma coisa à espera de resultados diferentes”.
A vida está cheia de obstáculos e estes podem ajudar-nos a crescer e desenvolver, e há quem veja os obstáculos como “essas coisas tenebrosas que nos impedem de ver aquilo que desejamos”.
Tornarmo-nos o maior de todos os obstáculos quando não possuímos atitudes correctas. Assim, o nosso rumo ao sucesso poderá fluir de forma mais tranquila se utilizarmos como meio de transporte a atitude correcta.

Há muitas pessoas que já tiveram o prazer de conhecer algumas das estratégias mais eficazes para obter resultados, ficando até surpreendidas com os conceitos e técnicas ensinadas, mas não conseguem melhorar a sua vida.
Sabem porquê? Porque não mudaram ainda as suas atitudes.

Existem diversas atitudes-chaves que poderemos desenvolver para ampliar o nosso nível de felicidade e sucesso, nomeadamente, o caso do propósito (maneira como formulamos os objectivos), a decisão, a acção, e sobretudo toda a parte relacionada com a fisiologia e psicologia da excelência.
Todas estas atitudes se forem apreendidas, poderão de facto produzir os resultados desejados.

Um estudo realizado na Universidade de Harvard (EUA), descobriu que quando alguém conquista uma posição no mercado, 85% das vezes é atribuído às suas atitudes, e apenas 15% devido à inteligência ou conhecimentos, ou seja, quase 100% do dinheiro e tempo despendidos numa universidade, representam somente 15% do sucesso no trabalho.

É estes 85% que são responsáveis pelo sucesso, que procuro desenvolver e partilhar convosco.
Lembrem-se, a atitude é uma das palavras mais importantes da nossa língua.
Um executivo pode ser um bom executivo sem ter uma boa atitude?
Um bom aluno pode ser um bom aluno sem ter uma boa atitude? Um atleta pode ser um bom atleta sem possuir uma boa atitude?

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Fantástico, tudo o que podemos fazer ainda pelo mundo(por nós)... pela paz...crise, qual crise? Dance, dance, dance e onde é que ficou a crise?

...Fantástico, ainda há tanta coisa maravilhosa para fazer no mundo (por nós)... pela paz (nossa paz)...crise (nossa crise), qual crise? Dance, dance, dance, sorria e deixe-se espantar pelos recursos infinitos que fará surgir à sua volta desde o seu interior, crise, qual crise?
Clique no link em baixo:

Isto aconteceu numa estação de metro de Liverpool.
Foi numa segunda-feira de manhã e todos foram trabalhar de seguida com redobrada energia. O "espectáculo" foi planeado e ensaiado durante 8 semanas, sem o conhecimento do público.
E nós, o que acham se organizássemos algo semelhante?

domingo, 29 de março de 2009

...Agora nesta altura da Páscoa os jovens estudantes também podem fazer férias cá dentro, e por dentro...







“PODER SEM LIMITES”
(Férias da Páscoa)
Programação NeuroLinguística para jovens estudantes dos 14 aos 18 anos
(excepções sujeitas a avaliação pela equipa técnica).

no IPPNL em FÁTIMA

8 e 9 de Abril(4ª e 5ªfeira, 9h30 a 19h30)

Queres ter melhores resultados na tua vida? – Há outra maneira!

Descobre neste fim-de-semana como, e transforma radicalmente a tua vida.

Neste curso prático de dois dias, experimentarás esta nova e actual ciência que te ajudará a compreender melhor o funcionamento da tua mente, e tirar mais proveito dela. Vais aprender a usar melhor a comunicação que usas contigo, e com os outros. Ao usar técnicas simples da PNL transformarás seguramente o teu pensamento de modo a poderes agir de maneira diferente, para teres mais e melhores resultados na tua vida e de maneira mais fácil.

Um dos maiores desconfortos para os pais é descobrir que os seus filhos têm dificuldades na escola. A maioria dos pais não sabe o que fazer nem onde encontrar ajuda. Pensam que falando com os professores na própria escola encontrariam uma solução. No entanto, e muitas vezes, os professores também não sabem ainda o que fazer. Parte do problema tem que ver com o facto de que os professores ainda não se sentem preparados para lidar com alunos que têm dificuldades. Este pode ser um problema complexo, e portanto com muitas causas.
Quase todos os intervenientes apontam o dedo a alguém, como sendo o responsável pelo problema. Alguns pais responsabilizam os professores ou o sistema escolar; e alguns professores, responsabilizam os pais, a falta de apoio familiar, ou a falta de dinheiro para adquirir materiais didácticos e livros. TODOS responsabilizam o aluno. Ambos reclamam ao estudante de não se esforçar o suficiente, de ser preguiçoso, ou de não ligar à escola. Com frequência, rotulam o aluno como incapaz de aprender e colocam-no em turmas especiais. E assim, o aluno continua com problemas, e o nível de frustração ou de desinteresse de todos vai aumentando.
A maioria das soluções propostas focaliza-se no castigo, através de privações ligadas ao comportamento e ao ambiente do aluno. - Nós podemos ensiná-lo, cortar-lhe os programas de TV, obrigá-lo estudar mais tempo, ou fiscalizar os seus trabalhos de casa para garantir que os mesmos sejam realizados. Às vezes, mudamos de professores ou de colégio, e ainda levamos o aluno a fazer os seus trabalhos de casa num sítio diferente, ou em horários diferentes. Na maioria das vezes, essas tentativas não trazem qualquer solução a longo prazo. Produzem uma grande quantidade de policiamento por parte dos pais e muito desacordo entre o aluno e seus pais. Isso fere sentimentos e causa ainda mais frustração tanto para os pais como para o estudante.
Talvez seja a hora de buscar soluções em lugares diferentes. Talvez, a verdadeira resposta sobre como ajudar os alunos com dificuldade não esteja em mudar seu comportamento ou ambiente, mas sim na maneira como o estudante percebe e interpreta a escola e a aprendizagem.

Existem ainda alguns aspectos básicos, que mantêm o problema escolar:

Atitude inadequada em relação à escola;
Falta de conhecimento sobre como aprender;
Falta de motivação;
Pressuposição da intenção negativa do aluno;
Reacção inadequada dos pais e dos professores;

A PNL parte do princípio de que o cérebro tem uma linguagem própria e que este precisa de comandos adequados para funcionar bem e produzir bons resultados.
É uma ciência da comunicação. Estuda como as pessoas se comunicam umas com as outras e consigo próprias.
Não podemos evitar comunicar, e de certo modo estamos sempre a influenciar e a criar respostas nas pessoas que estão à nossa volta. Fazemo-lo como pais, mães, filhos, estudantes, empregados, patrões etc. Isto também significa que o comportamento de cada um provoca reacções particulares no outro e, especialmente entre casais, entre pais e filhos, ou entre professores e alunos.

A aprendizagem destes dois dias, e o uso das ferramentas propostas conscientiza a comunicação connosco próprios e com os outros. Melhora significativamente a comunicação e ajuda também, a superar limitações e a abrir possibilidades de novas escolhas e de novas respostas. Quando são disponibilizadas várias opções, o nosso sistema, naturalmente, escolhe sempre a melhor, e ao fazê-lo garante a ecologia do sistema individual e do grupo. Ganha o indivíduo, ganha a sociedade. Em vez do habitual padrão competitivo, em que um ganha e outro perde, cria-se um novo paradigma, eu ganho ajudando-te a ganhar. Um jogo real e bem diferente, em que só há vencedores…

Neste curso de dois dias vamos aprender, essencialmente COMO SE FAZ, FAZENDO!

· Como se realizam objectivos? Bons resultados escolares.
· Como se comunica eficazmente? Com colegas, professores, pais ou educadores.
· Como empregar a linguagem de forma mais fácil e com melhores resultados?
· Como atingir um máximo de resultados num exame ou numa avaliação?
· Como criar boas relações com as disciplinas, e com os respectivos professores.
· Como solucionar conflitos de forma eficaz?

E, se calhar o mais importante, Como lidar comigo, desenvolvendo uma boa Auto-Imagem (Auto-Confiança).

“Como?” é pois a palavra-chave em Programação NeuroLinguística.
PNL é, se calhar, um manual de instruções para a realização pessoal…

Mais informações / Pré Inscrições:

IPPNL - Instituto Português de Programação Neurolinguística
Rua Moinhos da Fazarga, 2495-445 FÁTIMA
Tel/Fax: 249 534 110 Telemóvel: 91 788 70 86 / 91 401 94 01
E-mail: ippnl@sapo.pt Blog: http://www.ippnl2.blogspot.com/

sábado, 28 de março de 2009

Sugestões práticas para criar um mapa positivo da vida.

- Encare os conflitos e tente resolvê-los sem se colocar na posição de vítima.

- Diante de dificuldades, em vez de reclamar, trate-as como um desafio e uma oportunidade de desenvolver sua força interior.

- Tenha objectivos ambiciosos, mas contente-se com o pouco também. Assim, tudo o que conquistar virá de bom grado.

- Semeie pensamentos positivos à sua volta, especialmente em com relação às pessoas mais próximas, pois elas são importantes agentes da sua felicidade e prazer.

- Valorize as pequenas coisas: ouça a sua música preferida, aprecie o pôr-do-sol, a chuva, um sorriso, e tudo o que surgir na sua vida. A felicidade é feita de muitos pequenos momentos felizes.

- Expresse, sempre que possível, as suas emoções. Quando as guarda, elas acabam por afectar a sua clareza e atrapalham a sua felicidade.

- Quando tiver emoções muito intensas, haverá dificuldade para vivenciá-las e expressá-las. Nesse caso, é importante procurar as expressões artísticas (música, dança, desenho, escrita) como canal de expressão dos seus sentimentos. Nunca deixe de expressar as suas emoções por mais difícil que sejam, no momento certo, no local certo, com o estado emocional certo e com a(s) pessoa(s) certas.

segunda-feira, 23 de março de 2009

A Hora do Ambiente a tempo, e a horas, já!

A Hora do Ambiente do Planeta está a chegar.
A união faz a força. É com esta certeza que algumas das maiores marcas mundiais e nacionais se comprometeram a apoiar a Hora do Planeta. No dia 28 de Março, às 20h30, a VISÃO, a SIC, a Coca-Cola, a Nokia e o IKEA, entre outras, vão apagar as luzes. Junte-se a esta causa e faça a diferença!

Clique em baixo e Veja o VÍDEO:
http://aeiou.visao.pt/a-hora-do-planeta-esta-a-chegar=f498839

sexta-feira, 20 de março de 2009

Ferramentas vs Sucesso


Para alcançarmos sucesso nas nossas vidas (seja lá o que sucesso seja para si!) necessitamos de diferentes armas:


1) Atitude
2) Ferramentas
3) Conhecimento


Falando de ferramentas!

Nos tempo de hoje e especialmente em Portugal, quando alguém se candidata a um novo emprego (p.ex.) é frequentemente confrontado com a questão da experiência:

- Há quantos anos está neste ramo?
- Quantos anos de experiência tem na gestão de pessoas?

Lamentavelmente, muitas vezes confundimos experiência com ferramentas de sucesso.
Estas são sinónimo do nosso nível de desenvolvimento na comunicação interpessoal e da nossa capacidade de resolver problemas.
Em Programação Neurolinguistica, focamos a nossa intervenção no comunicador de excelência que poderemos ser (IDENTIDADE).
Ter mais ou menos anos de "experiência" não significa necessariamente que tenhamos desenvolvido as ferramentas de sucesso!
De certeza que conhece pessoas com muita "experiência" (anos) e poucas ferramentas!
E também o contrário?
Da próxima vez que for confrontado e lhe perguntarem pela sua "experiência", foque-se nas suas ferramentas (comunicação e resolução de problemas) e fale sobre elas.
Verá que será tomado por experiente!
Desejos de boas comunicações e resultados excepcionais!

terça-feira, 17 de março de 2009

A importância da alegria


Quando vence uma batalha, o guerreiro comemora. Esta vitória custou momentos difíceis, noites de dúvidas, intermináveis dias de espera. Desde os tempos antigos, celebrar um triunfo faz parte do próprio ritual da vida.A comemoração é um rito de passagem.Os companheiros olham a alegria do guerreiro da luz, e pensam: “por que faz isto? Pode decepcionar-se em seu próximo combate. Pode atrair a fúria do inimigo”.Mas o guerreiro sabe o motivo de seu gesto. Ele se beneficia do melhor presente que a vitória é capaz de trazer: confiança.Celebra hoje sua vitória de ontem, para ter mais forças na batalha de amanhã.


(enviando por, Elisabete Pedrosa, Poder Sem Limites 6)

Vejam, ouçam, permitam-se ser tocados, sintam, e espalhem...é agora o momento, é o início da Primavera...a Luz estará cada vez mais presente, Aleluya.

Clique em baixo para aceder:
http://www.youtube.com/watch?v=Cbk980jV7Ao&eurl=http://maosdelotus.blogspot.com/&feature=player_embedded

segunda-feira, 16 de março de 2009

Chocolate quente...


Um grupo de jovens licenciados, todos bem sucedidos nas carreiras, decidiu fazer uma visita a um velho professor, agora reformado.
Durante a visita, a conversa dos jovens alongou-se em lamentos sobre o imenso stress que tinha tomado conta das suas vidas e do seu trabalho.
O professor não fez qualquer comentário sobre isso e perguntou se gostariam de tomar uma chávena de chocolate quente.
Todos se mostraram interessados e o professor dirigiu-se à cozinha, de onde regressou vários minutos depois com uma grande chaleira e uma grande quantidade de chávenas, todas diferentes - de fina porcelana e de rústico barro, de simples vidro e de cristal, umas com aspecto vulgar e outras caríssimas.
Apenas disse aos jovens para se servirem à vontade.
Quando já todos tinham uma chávena de chocolate quente na mão, disse-lhes:
- Reparem como todos procuraram escolher as chávenas mais bonitas e dispendiosas, deixando ficar as mais vulgares e baratas... Embora seja normal que cada um pretenda para si o melhor, é isso a origem dos vossos problemas e stress.
A chávena por onde estais a beber não acrescenta nada à qualidade do chocolate quente.
Na maioria dos casos é apenas uma chávena mais requintada e algumas nem deixam ver o que estais a beber.
O que vós realmente queríeis era o chocolate quente, não a chávena;
mas fostes conscientemente para as chávenas melhores...
Enquanto todos confirmavam, mais ou menos embaraçados, a observação do professor, este continuou:
- Considerai agora o seguinte: a vida é o chocolate quente; o dinheiro e a posição social são as chávenas.
Estas são apenas meios de conter e servir a vida. A chávena que cada um possui não define nem altera a qualidade da vossa vida.
Por vezes, ao concentrarmo-nos apenas na chávena acabamos por nem apreciar o chocolate quente que Deus nos ofereceu.
As pessoas mais felizes nem sempre têm o melhor de tudo, apenas sabem aproveitar ao máximo tudo o que têm.
Vive com simplicidade. Ama generosamente. Ajuda os outros com empenho. Fala com gentileza...... e aprecia o teu chocolate quente.


(autor desconhecido)

terça-feira, 10 de março de 2009

Convite exclusivo para " P N L I A N O S " Passeio sobre o Fogo" (brasas) Domingo 15 de Março 19h45

19h45 "Passeio Voluntário Sobre Brasas" (descalços)

Só para iniciados(as) no IPPNL/Espaço integral :

Caros amigos e amigas, no próximo Domingo 15 de Março,
depois do curso "Poder Sem Limites" às 19h45
vamos realizar uma metáfora extraordinária, "caminhar sobre fogo".
Vai poder reenquadrar e optimizar o seu potencial ao fazer algo
de que estava absolutamente convicto que seria incapaz de realizar.
É talvez o reconhecimento absoluto do seu poder absoluto e ilimitado.
Porque na verdade, ao conseguirmos fazer algo que julgávamos impensável,
quantas coisas maravilhosas não estarão à nossa espera?
Depois duma experiência destas o que é que não conseguiremos realizar?
Ser o realizador e o herói da nossa história pessoal
pode começar de uma maneira muito simples:
Se alguém conseguiu, eu também consigo!..modelando a mesma estratégia...
E é isso que ficará provado e ainda desmistificado em poucos minutos.
Nessa noite tão especial vai poder utilizar e afinar ainda melhor
as ferramentas da PNL que aprendeu no curso "Poder Sem limites".
Vai poder caminhar sobre brasas incandescentes, em completa segurança
e "sem sapatos", e com os pés bem assentes na Terra, digo, nas "brasas".
P.S:
Ainda temos algumas (poucas) vagas para o curso
deste Fim de Semana 14 e 15 de Março "PODER SEM LIMITES"
Se souber de alguém que possa beneficiar,
por favor dê os nossos contactos. Obrigado.

Faça já a sua inscrição (gratuita) no "Passeio Voluntário Sobre Brasas" (descalços)
"Agradecemos a sua confirmação"

IPPNL Instituto Português de Programação Neurolinguística/Espaço Integral

Rua Moinhos da Fazarga, 2495-445 FÁTIMA

Tel/Fax: 249 534 110 Telm: 91 788 70 86 / 91 401 94 01

espacointegral@sapo.pt ippnl@sapo.pt www.espacointegral.com

segunda-feira, 9 de março de 2009

PNL - O que é?


A PNL surgiu em 1973 por Richard Bandler e John Grinder pretendendo ser um conjunto de modelos e princípios que descreviam a relação mente (neuro) e a linguagem (linguística) e como a sua interacção pode ser organizada (programação) para afectar mente, corpo e comportamento do indivíduo…” (in Wikipedia).


É um processo de modelação/ alteração de comportamentos e passa pela aplicação de um conjunto de técnicas e ferramentas que permitem ao indivíduo melhorar-se e melhorar o outro em determinados aspectos da vida.

Desenvolve-se com base na comunicação, sendo esta vista como verbal e não verbal.

Parte-se do princípio que é possível reprogramar a mente para nos levar à excelência em termos comportamentais e comunicacionais.


Alguns pressupostos da PNL:

- O cérebro dos seres humanos é similar, existem apenas diferenças na forma como o trabalhamos;

- Pensamento e comportamento podem ser aprendidos;

- A forma como percepcionamos o mundo tem a ver com o nosso sistema representacional (cinestésico, auditivo, visual, gustativo ou olfactivo).

- As pessoas têm todos os recursos necessários para fazer as mudanças desejadas;

- Mapa não é o território (a forma como duas pessoas percepcionam a mesma situação pode ter diferentes significados, dependendo do seu sistema de representação e consoante os seus valores e crenças);

- Todo o comportamento tem uma intenção positiva;

- Não há erros, só resultados;

- Não há fracassos, apenas experiências de aprendizagem.


A PNL pode ser aplicada a vários níveis, dos quais destaco o nosso próprio desenvolvimento pessoal; na comunicação com o outro; em técnicas de vendas; em ambiente escolar, tanto a nível do ensino como de aprendizagem; entre outros meios.



PNL ao mais alto nível.

domingo, 8 de março de 2009

Homenagem a um grande SER


Queria desta forma, deixar aqui o meu agradecimento a um grande senhor, que têm revolucionado muitas vidas em Portugal.
Obrigado Grande José Figueira, pelo canal que tens sido...

sábado, 7 de março de 2009

“Acordar o seu Poder Adormecido (2)”


Qual é a diferença entre aqueles que fracassam e aqueles que conquistam o sucesso e uma extraordinária qualidade de vida?

Quantas pessoas conhecemos que possuem recursos extraordinários, habilidades e capacidades superiores, talentos diferenciados, educação privilegiada e não produzem os resultados que desejam?
E por outro lado, quantas pessoas conhecemos que possuem muito mais desvantagens do que vantagens e são capazes de produzir resultados fabulosos?

Prestemos atenção numa coisa: o que as pessoas podem fazer é drasticamente diferente daquilo que efectivamente fazem. O que elas podem fazer é maravilhoso, mas o que fazem é normalmente muito decepcionante.

A maioria das pessoas possui rótulos mentais sobre o sucesso e o fracasso.
Comummente o fracasso é associado à falta de capacidade de seguir em frente, de se dedicar a 100% ao alcance de um certo objectivo. Por sua vez, o sucesso é o oposto, traduz o resultado da dedicação de se empenhar a 100% em prol duma vida feliz.

O sucesso é conquistado continuamente, passo a passo, dia após dia, transformando-se num hábito, ou seja, aquilo que chamamos de sucesso não é mais de que, o resultado daquilo que fazemos a multiplicar pela apreciação pessoal ou valorização que lhe damos.
Fica aqui então um dos principais pressupostos da Programação Neurolinguistica: “Errar não existe, apenas existe feedback” (resultado das nossas acções).
E é isso que trata este desafio: diariamente, parte a parte e um pouco de cada vez, ajudar-nos a ampliar as nossas capacidades e a entrar em acção de forma cada vez mais eficaz e satisfatória.
Se melhorarmos apenas 1% em cada dia, imaginem qual será o resultado apenas num ano? Estamos a falar em obter resultados de forma fácil e duradoura: a cada dia fazer coisas simples, pequenas e onde os progressos sejam uma constante.

Há uma frase que realmente considero fascinante da Helen Keller: “Quando uma porta se fecha, outra se abre; o que acontece é que olhamos demasiado tempo para a porta fechada e deixamos de ver aquela que se abriu”.
Sugiro vivamente a conhecerem a história desta grande senhora, como o verdadeiro exemplo do sucesso:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Helen_Keller

O nosso futuro não tem que ser igual ao passado. Muitas pessoas não sonham na realização de grandes feitos porque simplesmente perderam a força interior.
Costumo encontrar muito frequentemente nos meus clientes, pessoas que por norma não se permitem a sonhar, pois é uma boa maneira de evitarem frustrações, ou seja, o não criar expectativas para não viver frustrações, o que normalmente acontece é que desconfiam quando a “esmola é grande”.

Caro leitor, pense neste momento, quais são as áreas da vida que, considera mais desagradáveis?
Pensemos em termos físicos, emocionais, espirituais, intelectuais, financeiros, relacionais, profissionais, etc…
Se nos encontramos insatisfeitos em qualquer uma destas áreas da vida, então devemos ficar muito felizes. Sabem porquê? Porque se estivermos satisfeitos com a vida que dispomos, não faremos nada para ascender a um nível mais elevado.
O sucesso traduz a grande armadilha, sobretudo, para as pessoas que se limitam a viver um dia após o outro. Se estamos infelizes, tal quer dizer que podemos melhorar. Este é o grande segredo que subjaz às grandes realizações e conquistas pessoais.

Não importa o que tenha acontecido no passado, não importa quantas vezes tenhamos tentado e falhado. Nada disto importa, esta é uma oportunidade totalmente nova para que comecemos a delinear a vida que tanto desejamos, e tudo o que necessitamos agora é disponibilidade e prontidão para seguir algumas das sugestões que iremos receber nestes artigos. Para isso, temos que estar dispostos a projectar uma nova vida, tal como faz um arquitecto.
A nossa vida actual não é mais do que o resultado da forma como a projectamos, e é claro que não basta projecta-la, é preciso acções rumo á realização do projecto e essas acções nem sempre dão resultado.
É isso que iremos abordar neste divertido percurso que pretendo desenvolver nas próximas edições.
Todos nós queremos ser bem sucedidos e felizes, mas poucas pessoas possuem determinação, vontade e dedicação suficientes para obterem maiores resultados. Queremos ser vencedores e acreditamos que merecemos obter grandes recompensas. Ninguém pode negar a veracidade desta afirmação.
Porém, para se ser médico, advogado, psicólogo, dentista, professor, engenheiro ou qualquer outra profissão são necessários anos de estudo, e para ser bem sucedido ou feliz não é diferente.
Bem hajam e boa viagem…

Espero os vossos comentários através do mail ou blog:
email: mig-ferreira@hotmail.com / blog: http://crescerportugal.blogspot.com/

Miguel Ferreira

quinta-feira, 5 de março de 2009

terça-feira, 3 de março de 2009

Faça o seu dia como se fosse o último!...

Vale a pena assistir, e modelar, este discurso de Steve Jobs - CEO da Apple e da Pixar

http://video.google.com/googleplayer.swf?docid=-3827595897016378253&hl

Uma lição de vida em 14 minutos!

Excesso de auto-confiança; sim ou não???

Ontem alguém me disse que sentia que às vezes sente que as pessoas que são demasiado confiantes em relação a si e aos outros podem perder credibilidade.

Fiquei a pensar no assunto...

Nos dias que correm, apresentar um discurso confiante (confiante nos resultados, confiante nos processos ou simplesmente... confiante) é muitas vezes visto com desconfiança. Socialmente, ser confiante é muitas vezes tomado por arrogância! Quase sempre, quem fica "chocado" com o aparente excesso de confiança dos outros são as pessoas... pouco confiantes! O nosso mundo (e ainda mais o nosso país) precisa de tomar um comprimido de confiança, ou não fosse a confiança, a auto-confiança, uma das estratégicas básicas rumo ao sucesso.Se se sente confiante, não tema em exprimi-lo, a não ser que isto choque com as suas próprias crenças. Se existem dentro de si crenças do género "se mostrar confiança, na realidade estou-me a armar em esperto" ou "se for muito confiante, vou atrair o azar", então... trabalhe nas suas crenças.

Estou confiante na importância da confiança rumo aos resultados que tanto quer... emocionais, financeiros, físicos ou espirituais!

PNL, o que é?

Descobri que há duas questões absolutamente centrais na vida de cada um de nós.

Pessoas realmente felizes conhecem quase sempre a respostas a estas duas questões.

A maioria de nós, no entanto, nunca se confrontou verdadeiramente com este par de simples perguntas...

Por que faço eu o que faço?

Como posso fazer aquilo que realmente quero fazer?

Ficou interessado? Então já é um "pnliano" em potência!

Invista os próximos minutos a responder a cada uma destas questões e perceba o enorme poder deste exercício!

Ida e Volta

O ser humano é, por natureza, um ser político, gregário, de relações e intimidades. Sendo que o desafio que estas últimas encerram nem sempre corresponde ao resultado desejado. Tal facto deve-se, talvez, à tendência milenar de nos ensemismarmos em nós mesmos ou, pior, à crença de que o homem é o lobo do homem.
Apesar, das constatações diárias, devo dizer que, nos últimos tempos, voltei a ter consciência da singularidade dos espaços. Considero que sair da minha esfera em direcção à esfera do outro, demorar-me aí, ‘apreendê-lo’ e depois regressar a mim mesma revela-se uma tarefa fundamental na ‘arte’ de dizer, ser: individual e em conjunto.
Se sentir genuinamente esta ida e volta, se olhar com olhos de ver o reflexo de mim mesma no outro, a relação eu-tu será uma demanda gloriosa. Totalmente pró-humana.
Ouvir o que o outro tem a dizer é, para mim, a pedra preciosa que encerra a possibilidade de evoluir, ao mesmo tempo que me liberta dos grilhões de uma existência aparente e pouco sublime.
Resta-me acrescentar que, neste momento, nas minhas veias corre a pura convicção de que as relações ecologicamente conseguidas – rapport - são a chave para a revolução humana.
Obrigada PNL por me re-lembrares que humanizar o homem continua a ser possível ……..
CARLA PEDRO

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Aceitação como o grande passo...

Hoje gostaria de lhe falar no padrão da "aceitação".
Quando definimos objectivos, quando falamos daquilo que ainda não somos por vezes começamos imediatamente a sentirmo-nos mal, por trazermos para o nosso consciente que ainda não temos aquilo que desejamos.
Este sentimento tem dois resultados de curtíssimo prazo:
- impele-nos a perseguir os nossos objectivos, trata-se daquilo a que podemos chamar "perturbação de ignição";
- produz no nosso corpo as reacções que se seguem a más emoções.

De facto, a "não aceitação" é simultaneamente boa e má!
Deixo-lhe um conselho para inverter este processo, praticando a "aceitação":
- foque-se no momento presente e aceite que ele é perfeito, pois é o resultado lógico dos seus pensamentos e acções passadas;
- a partir deste sentimento de "aceitação", perceba que pode ampliar as emoções positivas ao tomar agora as acções que produzirão os resultados futuros.

A neurologia confirma que emoções positivas são a forma mais consistente de suportar objectivos de médio e longo prazo!
Pratique-as!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Para pensar...

Quando nos definimos através daquilo que não somos, não nos definimos através daquilo que somos...
Quando diz que é um "não-fumador", está a definir-se através daquilo que não é ("fumador")...
Pense nisto na próxima vez que disser que "não é" alguma coisa, ou que é "contra" algo...
É que ser "não fumador", por exemplo, é bem diferente de "ser saudável"! Ser "anti-clube de futebol X", outro exemplo, é bem diferente de "ser apoiante do clube de futebol Y"!
Pensar e falar daquilo que se quer e não daquilo que não se quer é uma das características fundamentais de pessoas felizes! E "ser feliz" é bem diferente de "não ser infeliz", não é?Dá que pensar...
PS: Como está a ser 2009?
Já passaram quase dois meses, aproximou-se ou afastou-se do sentimento de satisfação?
Passe por www.espacointegral que nos próximos dias e verifique as próximas possibilidades!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Rapport consigo mesmo



Existe uma maneira fundamental para facilitar os processos de transformação interna.
Ainda que, de início pareça fácil tomar decisões e executá-las, a certa altura, apercebemo-nos que nos "auto-sabotamos". Isto porque não nos escutamos o suficiente.
Porque isso não acontece?
Porque ainda não desenvolvemos o suficiente a capacidade de nos sintonizarmos com as nossas partes internos, que é como nos sensibilizarmos na escutar o que diz o nosso “coração”, ou seja, ainda não conseguimos suficiente Rapport.
Rapport é uma palavra francesa que significa harmonia, confiança, segurança e compreensão (com os outros ou consigo mesmo).
Ter rapport com os outros significa ter relacionamentos de qualidade.
Ter rapport consigo mesmo significa ter um diálogo interno produtivo, ouvir as necessidades da própria “alma”.
Da mesma forma que uma cadeira, para que possamos ter "estabilidade" num processo de mudança interna, o ideal é que haja quatro pilares, quatro pernas que apoiem a mudança. Sendo isto, uma forma de Rapport:
. rapport com o aspecto físico;
. rapport com as diversas partes da mente;
. rapport entre o corpo e a mente;
. rapport com a parte espiritual de nosso ser.
O Rapport consigo mesmo tem três aspectos:
Acuidade perceptiva (sensorial);
Auto-observação é a chave para a auto-aprendizagem e para a autoconsciência.
A qualidade das nossas representações internas (na nossa mente), são as chaves para o controle dos estados mentais, físicos e emocionais. A auto-observação não significa distanciamento de nós mesmos, das nossas próprias emoções, significa observar o inicio, a sua origem, a sua expansão e sua diminuição, entendendo que são partes de nós, mas não são o todo de nós.
Flexibilidade nos pensamentos, sentimentos e acções (adaptabilidade); Flexibilidade é entender que o objectivo final não é o meio, uma vez que podemos encontrar diversas formas alternativas de agir.
Quem apenas tem uma forma de agir perante uma determinada situação na vida está a agir como um robô de si mesmo.
Objectivos bem definidos;
Apenas "ter esperança" no futuro (ficar á espera) não é suficiente. Imaginar um futuro melhor ("i" de interno + "maginar, magicar" = magia interna) é o primeiro passo, que deve ser seguido de acção positiva no mundo material, para consolidar os efeitos da magia interna (imaginação).
É você que cria o seu futuro com o que faz agora. Pense sobre o que deseja ser – sobre os seus objectivos – seguindo o seguinte modelo:
1. Expresse o seu objectivo de forma positiva (linguagem positiva).
2. Torne o seu objectivo simples e específico.
3. Torne-os mensuráveis, sinta como se já os tivesse alcançado (onde, com quem e quando).
4. Defina os recursos que já têm, e aqueles que pode adquirir.
5. Identifique as evidências de quando atingir os seus objectivos (o que ouve, o que vê e o que sente) (como saberá que os alcançou).

Seja um objectivo físico, profissional, social, emocional ou espiritual, experimente um formato de linguagem que afirme o que deseja alcançar, não algo que deseje afastar.
O Universo não trabalha com base na ausências ("a Natureza não suporta o vácuo") e busca preencher com algo efectivo. O Que, Porque, Quem, Como, Para que, Qual, Quando, Onde;
Devemos usar com muito cuidado estas palavras pois guardam muito poder na linguagem.
Se focarmos o nosso "O Quê" nos problemas e não nas soluções, teremos dificuldades.
Também não é tão útil perguntar o "porquê" duma situação indesejável, bem como não resolve muito perguntar o "de quem" é a culpa, seja nossa ou dos outros. Isso só dirige a nossa criatividade para a manutenção da situação inadequada, contribuindo também para gerar remorsos, ressentimentos e mágoas, e também, ficar a descrever para os outros o "como" o problema nos afecta só contribui para consolidar o incómodo que ele nos causa.
Assim, prefira o "Para quê" e "Qual", isto é, em que direcção desejo ir, qual é o meu objectivo e para “o quê” me estou a dirigir.
Estabeleça sub-objectivos (metas) e defina prazos. Teste a congruência dos seus objectivos (e de cada uma das metas) com os seus valores e crenças pessoais. Pense nas consequências mais amplas da realização dos seus objectivos na sua vida. Como é que as outras pessoas e tarefas da sua vida serão afectadas? e, por final, imagine como irá ser o seu futuro, fazendo "Viagens ao Futuro" subjectivas e Integre a sua Identidade nos seus objectivos.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

"PODER SEM LIMITES…"

"PODER SEM LIMITES…"

O nosso medo mais profundo não é sermos insuficientes.
O nosso medo mais profundo é que somos infinitamente poderosos.
É da nossa luz e não das nossas trevas do que mais tememos:
- Quem sou eu para poder ser brilhante, extraordinariamente atractivo,
cheio de talentos e formidável?
Mas, porque não?
- És uma criança de Deus.
Fazeres-te mais pequeno do que és não é bom para o mundo.
Não há glória nenhuma em fazeres-te mais pequeno do que és.
Nascemos para manifestar o esplendor de Deus que vive em nós,
não em alguns de nós, mas em todos.
Se deixar-mos brilhar a nossa luz, damos aos outros inconscientemente,
licença para o fazerem também.
Se nos livrar-mos do nosso medo,
a nossa presença liberta automaticamente os outros.

Discurso inaugural de Nelson Mandela em 1994
Texto extraído de “A return to love” de Marianne Williamson

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

...Os 10 + no IPPNL em Fátima, futuros Practitioners em PNL




...E ainda há pessoas, homens e mulheres, que querem fazer a diferença e investem na sua própria transformação para transformar Portugal e o Mundo... Bem Hajam os Aspirantes a Practitioners no IPPNL...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Realizar objectivos "R e a i s"...





« Quando surfamos sobre a nossa própria onda, aquela que corresponde àquilo que nós desejamos profundamente, a vida e todo o universo conspira para que o que desejamos aconteça. O essencial é ser coherente entre o que pensamos, dizemos e fazemos, de não reflectir debaixo do efeito do medo mas da confiança, e avançar a um ritmo justo, sem atropelar-nos. Então parece que tudo se junta a nós para que o nosso desejo se torne realidade».

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

FEEDBACK "PNL - PODER SEM LIMITES"



FEEDBACK "PNL - PODER SEM LIMITES"

- Trazem-nos cá para dentro. Obrigada!
Adriana Neves (Estudante)

-“Poder Sem Limites” foi o que viemos aqui descobrir que existe em cada um de nós. Depois de verificar esse “Poder” através de palavras e exercícios como o “Pêndulo”, aprendemos (ou começámos a aprender o que é a PNL) o poder que a nossa mente, os nossos pensamentos têm sobre as nossas sensações, a nossa vida. Mais marcante foi “aprender” a orientar e reprogramar a mente, rumo a uma vida mais satisfatória.
Ana Claudia (Estudante)

- Muito importante, fiquei me sentindo muito bem, mais bem-disposta, já nem me lembro das doenças, nem das queixas do costume. A partir de agora de agora vai correr tudo muito bem. Vou conseguir por em prática tudo o que aprendi aqui, e valorizar as coisas que realmente são importantes.
Dulce Gabriel (Secretária)


- Depois de fazer o curso de PNL, consegui compreender melhor o meu comportamento (e aceitá-lo) e compreender melhor o comportamento do outro. Comecei a ver o mundo com outros olhos.
Nancy (Assistente Social)

- Apesar de já ter algumas noções de PNL, fiquei com bastante entusiasmo e até surpreendido por poder ter acesso a ferramentas tão poderosas e fáceis, que tornam as coisas mais simples. Posso realmente tomar consciência e mudar alguns aspectos de forma a atingir o máximo daquilo que considero importante para a minha vida.
Filipe Marques (Empresário)

- A percepção de que “tudo“ se encontra dentro de nós e o conhecimento das formas existentes para lá chegar cria em nós a responsabilidade e o dever de sermos felizes, realizando os nossos objectivos agora devidamente formulados; assim como desenvolver a capacidade de aceitarmos os outros e a nós próprios enquanto pessoas.
Parabéns pela forma simples e profunda que conseguiram passar “tudo”-
Ana Paula (Escriturária)

- Ter tido a oportunidade de um começo e uma perspectiva de “encarar”, visualizar, encaminhar.
O melhoramento da minha vida sobre pontos de vista diferentes é:
- MARAVILHOSO!!
- EXCITANTE!!
- GRATIFICANTE!!
- VALORES IMPORTANTES!!
- ESTIMULOS!!
- A FILOSOFIA DA VIDA!!
- AJUDAR O PRÓXIMO!!
Bem hajam!! Ao António e Miguel
Alexandra Jacinto (Terapeuta de Massagem)

- Gostei imenso. Descobri que tudo aquilo que preciso para transformar a minha vida está dentro de mim mesmo.
Sandrina Henriques (Técnica de Formação)

- Esta formação consiste numa forma privilegiada de entrar em relação connosco próprios, despertando para um conjunto de sensações positivas que constituem reforço e simultaneamente incentivo para um processo de auto-conhecimento e respectiva integração do ser humano.
Efectivamente é na mente que pode estar o nosso verdadeiro sucesso!!!
Elsa Rodrigues (Psicóloga)

- O curso é de uma riqueza extraordinária. Ajudou-me a entrar em contacto com as minhas incongruências interiores e iniciar um processo pessoal de reestruturação física e mental. Irá com certeza ajudar-me a concretizar objectivos que eu já tinha quase posto de parte e que agora tomaram vida e vitalidade.
Recomendo esta aprendizagem a todas as pessoas que queiram melhorar e acreditar em si próprias.
Luis Reis (Terapeuta-Conselling)

- O meu Feedback é muito positivo. Primeiro que tudo, valeu a pena. Agora o tudo é muito difícil de expressar! Quero dizer que saio daqui a sentir-me mesmo bem e a sentir-me com capacidade de concretizar os meus objectivos e de viver melhor; Como a Ana Paula disse, “sou o condutor do meu autocarro da vida, e levo-o aonde quero! ”(Relacionar-me melhor com os outros, porque os outros vão estar sempre presentes na minha vida, e “integrar as minhas partes desintegradas.) O que mais gostei foi de facto termos tido acesso a “ferramentas práticas” que nos permitem resolver problemas.
Ah, e claro, também gostei de tudo o que me levou a conhecer melhor - o que quero, quem sou, e de reconhecer alguns aspectos meus.
Muito bom. Estou feliz e contente!
Mariana Perfeito (Estudante)

- Ora bem, o “Poder Sem Limites”, nem sei bem o que escrever, tenho o cérebro a processar tanta informação que ainda estou meio “abananado”. Em primeiro lugar gostei muito mais do que eu pensava, talvez por não ser uma formação apenas teórica, mas uma ferramenta prática que eu poderei utilizar sempre e em todos os contextos na minha vida. Gostei do curso todo. Muito obrigado! Adorei e recomendo! YYYEEESSS!!!
Merlin Vieira (Estudante)

- Nunca pensei que este curso me viesse a expandir os horizontes como expandiu.
Recomendo a todos fazerem um fim-de-semana como este.
Nuno Cerejeira (Estudante)

- Este curso foi importante para mim uma vez que me ajudou a conhecer-me melhor e a interpretar uma série de sinais do meu inconsciente que ignorava até então. Foram-me fornecidas uma série de ferramentas práticas que me podem vir a ser muito úteis nas minhas relações com os outros e comigo mesmo. Ficou a curiosidade em relação ao curso seguinte o “Practitioner”de PNL o qual pondero seriamente fazer.
Sinto que passamos uma vida inteira de olhos abertos e cérebro activo sem nunca ouvirmos o motor principal da nossa mente: o inconsciente. Como curioso que sou é do meu interesse continuar a conhecê-lo e a interpretá-lo.
Bem-haja. Obrigado pela experiência.
Sérgio Reis (Bancário)

- Se tivesse obtido estes conhecimentos, “autoconhecimento” acerca do que sou e do que posso fazer com “as minhas capacidades ilimitadas” há uns anos atrás, a minha história de vida teria tido com certeza outro rumo, outro passado. Daqui para a frente serei eu a fazer as escolhas acerca do meu futuro.
Eu decido!!! Digo sim ou não.
Alice Geraldes (Bancária)

- Através deste curso de PNL pode ter a experiência de renascer de novo. Vai poder conhecer a sua essência, comunicar com o seu inconsciente e trazer esses recursos para o seu consciente. Vai fazer uma viagem intensiva e fantástica ao seu interior e descobrir afinal que não cometemos erros, que erros são apenas “feedback”. Permita-se viajar com segurança através deste programa e deixe-se impressionar com o desfecho.
Gabriela Gonçalves (Publicitária)

- Para mim esta formação foi muito importante para adquirir mais consciência das minhas capacidades. Perceber quais as estratégias para me entender melhor e também perceber os comportamentos dos “outros”. Senti-me feliz, realizada e em harmonia comigo mesma. Obrigada.
Sónia Nazaré (Educadora de Infância)